Comunicado da Direcção – Associado Carlos Gomes

No dia 7 de Maio de 2017 a AKAPOR – Associação de Karaoke de Portugal realizou a sua 1ª Gala Anual.

Como é do conhecimento geral, a gala, para além da participação de vários artistas, consignava a atribuição de vários prémios atribuídos por categorias. A AKAPOR para tornar esses prémios ainda mais apelativos angariou vários patrocínios com empresas ligadas à área do Karaoke, que por sua vez se encarregariam de atribuir prémios que foram negociados antes do início do concurso.
Uma das categorias do concurso intitulava-se “Animador de Karaoke Revelação” que visava premiar o Animador de Karaoke que nesse ano tivesse surgido como revelação e tivesse surpreendido pela sua ascensão, o vencedor do prémio foi, após votação online, o Sr Carlos Filipe Gomes.
Os prémios para esse galardão seriam atribuídos pela empresa JGC Lda e pela empresa Evolution DJ que seriam respectivamente um período de subscrição de um pacote de streaming atribuído pela JGC , um curso de DJ e uns headphones atribuídos pela Evolution DJ .

Em relação aos prémios atribuídos pela JGC foram entregues de imediato uma vez que se tratava de um período de subscrição online que poderia ser feito a qualquer altura independentemente da distância. Quanto aos prémios atribuídos pela Evolution DJ o Sr Carlos Filipe Gomes prescindiu do curso de DJ uma vez que morando na Madeira não lhe seria possível frequentar o mesmo nas instalações da empresa que o ofereceu e ficou acordado que os headphones seriam enviados posteriormente por correio para a morada que nos facultou.

A AKAPOR facultou, assim que lhe foi entregue, a morada ao nosso patrocinador que se disponibilizou para fazer o envio em meados de Junho.

Pouco tempo depois o Sr Carlos Gomes entrou novamente em contacto com a Direcção de forma a saber a situação e mais uma vez a AKAPOR entrou em contacto com a Evolution DJ altura em que nos foi comunicado que tinha ocorrido um erro e que realmente o envio não tinha acontecido, mas que a situação iria ser resolvida a breve trecho. Após novo contacto do Sr Carlos Gomes em que nos referiu novamente que não tinha recebido os headphones colocámos o mesmo numa conversa de chat no facebook em que constava o Sr Carlos Gomes, o Presidente da AKAPOR e um funcionário da loja. Após alguns mal entendidos a loja comunicou-nos que fez o envio dos headphones no dia 8 de Agosto tendo para o efeito certificado junto de nós esse envio com um print do Email que enviaram à empresa transportadora GLS, sendo que para a associação se tratou logo ali de um assunto encerrado.

Em relação à conduta do Sr Carlos Gomes a AKAPOR não pode, nem vai permitir difamações públicas, nomeadamente no Facebook do supracitado Sr, acerca da sua idoneidade e da do seu Presidente. O referido Sr declarou que não desejava continuar a fazer parte desta associação, algo que foi devidamente entendido e acatado pela direcção da AKAPOR, contudo a publicação de prints de conversas privadas entre este Sr, membros da direcção e representantes de um patrocinador não pode ser tolerada, sendo que nesses prints constavam para além dos factos pertinentes para avaliar o grau de desagrado do Sr Carlos Gomes, conversas que em nada iriam contribuir para as queixas que apresentava.

A direcção da AKAPOR vê-se na obrigação de prestar este esclarecimento público perante as ameaças constantes de difamação perante outros sócios e/ou animadores de karaoke assim como perante as injúrias de que tem sido alvo no mural deste Sr.

A AKAPOR prestou as desculpas que lhe eram devidas e lamenta que o Sr Carlos Gomes não queira ver a situação resolvida mas sim partir para uma guerra que não vai conduzir a nada de bom.

Perante estes factos a AKAPOR pondera, após reunião de direcção, levantar um processo disciplinar ao seu associado.

Comunicado Oficial – Dissolução dos Corpos Sociais

Há alturas em que as coisas não funcionam em pleno como gostaríamos que funcionassem, e numa estrutura como a da AKAPOR o anterior dito não é exceção.

Em Fevereiro de 2016 houve uma pequena reunião informal de um grupo de amigos e colegas que se juntaram para criar aquilo que viria a ser a AKAPOR e onde foram apontados aqueles que fariam a constituir os corpos sociais da mesma.

Hoje, passados cerca de 15 meses após essa reunião, é altura de fazer algumas mudanças.

Em alguns casos por motivos pessoais, outros por motivos profissionais, por parte de alguns constituintes dos corpos sociais da AKAPOR não tem havido o devido apoio nas atividades levadas a cabo pela Direção.

Desta forma, a Direção da AKAPOR – Associação de Karaoke de Portugal informa que na próxima Assembleia Geral, a qual será agendada dentro em breve, irá dissolver os corpos sociais e irá apresentar uma nova lista a votação.

Como não poderá deixar de ser, e de acordo com os estatutos da Associação, convidamos todos os sócios que reunirem as devidas condições a apresentarem listas alternativas que obviamente serão colocadas a votação na referida Assembleia Geral.

A lista que será apresentada pela Direção cessante será denominada por Lista A e as restantes listas que forem entretanto apresentadas serão denominadas por Lista B, Lista C, etc.

O presidente da Direcção,

Hugo Geadas

Denúncias

Após período de reflexão a AKAPOR acedeu aos pedidos que nos têm vindo a ser feitos pelos associados e decidiu criar um formulário de denúncias.

As denúncias poderão ser feitas através do formulário existente na página http://www.akapor.pt/denuncias/ ou via email para denuncias@akapor.pt

Caso não pretenda identificar-se poderá fazer a sua denúncia de forma anónima devendo para isso preencher no formulário apenas o campo “A sua Denúncia”, sendo que este é o único campo obrigatório.

Não serão tratadas/encaminhadas para as entidades competentes denúncias suspeitas de calúnia e/ou difamação, pelo que pedimos que esta ferramenta seja utilizada com seriedade e responsabilidade. Relembramos que calúnia, injúria e difamação são crimes puníveis aos olhos da lei.

Todos os dados recolhidos serão tratados com confidencialidade e serão apenas visualizados pela Presidência da Direcção, sendo após análise posteriormente enviados para as entidades competentes através dos canais criados para o efeito.

Nota da Direcção: Serão apenas reconhecidas e tratadas denúncias devidamente fundamentadas. Denúncias sobre concorrência (serviços “perdidos” para outros animadores, estratégias de difamação, desavenças entre animadores, etc) deverão tratadas entre os próprios em sede própria não sendo da competência da AKAPOR e/ou das entidades competentes a mediação de conflitos.

Comunicado AKAPOR – Edy Lemos

A AKAPOR, Associação de Karaoke de Portugal, é uma entidade sem fins lucrativos que se assume como o interlocutor privilegiado junto de todas as entidades públicas e privadas que de alguma forma se relacionam com o sector do Karaoke em Portugal, atuando sempre em defesa dos seus associados e no estrito cumprimento da lei vigente em cada momento.

Paralelamente, a AKAPOR funciona também como meio de informação de e para os seus associados, bem como meio de defesa do sector, já tão mal visto por parte do público em geral.

Desta forma, e face às notícias publicadas nas últimas horas que dão conta da prisão do cantor Edy Lemos, conhecido como “Rei do Karaoke” vimos esclarecer que:

  • O cantor Edy Lemos, que seja do nosso conhecimento, não tem nem nunca teve papel relevante no sector do Karaoke em Portugal.
  • Que seja do nosso conhecimento, o facto de ser conhecido como o “Rei do Karaoke” deve-se apenas e só ao facto de ser frequentador assíduo de espectáculos de Karaoke.
  • A AKAPOR repudia o facto ver a actividade do Karaoke associada a esta notícia.
  • A AKAPOR repudia por completo as acções atribuídas, e agora dadas como provadas do senhor Edy Lemos, conhecida figura do panorama musical português, inclusivamente com temas seus editados em Karaoke.

Nota: imagem do post retirada do Site Jornal de Notícias

Comunicado AKAPOR – Utilização indevida da marca AKAPOR

Fomos hoje contactados por um bar no sentido de se certificarem que um determinado animador com quem haviam falado era de facto nosso associado, facto que o dito animador afirmou.

Após consulta à nossa base de dados verificamos que o referido animador não só não é nosso associado como nunca fez sequer algum contacto connosco nesse sentido.

De momento não iremos revelar a identidade do animador em causa pois queremos acreditar que se tratou de um lapso e que o dito animador terá na realidade intenções de se associar, ou em contrapartida deixará de se identificar como nosso associado.

Não obstante, a AKAPOR não irá aceitar mais este tipo de situações. Lembramos que a marca e imagem se encontram registradas e protegidas por lei e sua utilização indevida poderá levar a consequências legais.

Com o engodo de uma mentira, pesca-se uma perca de verdade.

William Shakespeare